Brundibar – ópera infantil

(post em 05/04/2016)


No mês de abril, em Madrid, pode ser uma ótima oportunidade para levar as crianças ao teatro, concertos e até à opera. Não sei foi coinciência ou não, mas há dois festivais de teatro infantil acontecendo por aqui como contei neste post.

O Teatro Real também programou uma ópera escrita para as crianças no mês de abril. Trata-se de “Brundibar”, de Hans Krása, um judeu checo. Composta em 1938, a ópera foi encenada primeiro num orfanato para crianças judias. Mais tarde, Hans Krása seria levado ao campo de concentração de Terezin e lá refaria a obra de memória, pois não tinha conseguido levar a partitura original consigo. Ali, a ópera seria encenada outras 55 vezes, trazendo um pouco de alegria para todos os residentes daquele campo cujo destino final era o campo de extermínio polonês de Auschwitz .

Brundibar. Foto: Javier del Real.

Brundibar. Foto: Javier del Real.

A montagem do Teatro Real traz as letras em espanhol e um cenário colorido a fim de conquistar a atenção dos pequenos espectadores. A idade recomendada é para crianças acima dos sete anos e ainda há uma exposição de desenhos pintados por prisioneiros de Terezin dentro no sétimo andar do teatro. Uma oportunidade única para aproximar os pequenos à ópera e também a este período trágico da história mundial.

Brundibar 0268

Brundibar. Foto: Javier del Real.

O mais emocionante desta montagem foi a presença de Dagmar Lieblová na estreia. Ela foi uma das muitas crianças confinadas no campo de Terezin e participou da estreia de Brundibár, em 1943, cantando no coro. Dagmar Liblová participou da coletiva de imprensa e nos contou que a ópera trazia alegria às crianças, pois as fazia esquecerem-se da fome e das doenças que viviam naquele momento.

Sinopse

Brundibár conta a história de um casal de irmãos cuja mãe está doente. O médico recomenda-lhes que eles comprem leite para que ela melhore, mas os irmãos não tem dinheiro. Em seguida, eles vão à praça do mercado e ao ver o sucesso que o realejo Brundibar obtém com sua música, decidem cantar também. Ajudados por um gato, um pardal e um cachorro, que convocam as crianças da vizinhança, eles cantam e conseguem o dinheiro. Nisto, aparece Brundibar que os rouba, mas os irmãos, ajudados pelos novos amigos, conseguem recuperá-lo.

Datas:

9 e 10 de abril – sábado e domingo – 11h e 13h

24 de abril – domingo – 11h e 13h

Preço: 9 a 24 euros.

Ficha técnica:

Coro y solistas de los Pequeños Cantores de la ORCAM
Joven Orquesta de la Comunidad de Madrid (JORCAM)

  • Direção musical:Jordi Francés
  • Direção de cena:Susana Gómez
  • Cenografia:Ricardo Sánchez Cuerda
  • Figurinos:Gabriela Salaverri
  • Iluminação:Alfonso Malanda
  • Direção do coro infantil: Ana González

Mais informações no site do Teatro Real: http://www.teatro-real.com/es/espectaculos/1925


Compartilhe |


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers