Cartão turístico – Madrid Card

(post em 25/10/2013)


O triângulo das artes madrilenho é visita obrigatória, mas –sejamos sincero – sai caro e há filas. Afinal, se você não se encaixa em nenhum das categorias que pagam menos, a entrada para o museu do Prado é 14 euros, o Thyssen-Bornemisza sai por 9 euros e o Reina Sofia, 8 euros. Para os amantes do futebol, ainda tem o tour Bernabéu, que inclui a visita ao estádio do Real Madri e o museu. Este é o mais caro: 19 euros (ui)!

Porém, como nem sempre é possível ir nos horários gratuitos há uma forma de economizar. Afinal, o MadridCard é um passe para vários museus de Madri, incluído o quarteto citado no parágrafo anterior e com ele não é necessário ficar na fila, pois há entrada preferencial.

Há distintas modalidades de 24h, 48h, 72h e 120h e o cartão é ativado na primeira vez que se usa. Se você comprou um cartão de 24 horas e a primeira vez que o utilizou foi na terça-feira, às 10 horas, ele vai expirar na quarta-feira, às 10 horas. Além disso, existem restaurantes e casas de show que participam da promoção reduzindo seus preços. Quer mais? Quem tem o Madrid Card não paga o suplemento do metrô para o aeroporto. É possível adquiri-lo on line (com desconto), mas também nos estandes de atenção ao turista espalhados pela cidade.MCC01_gra

A desvantagem fica por conta da síndrome do turista ansioso. Como visitar aquela imensidão que é o museu do Prado sabendo que você poderia estar em outro lugar para aproveitar o seu cartão? Igualmente, os museus listados no site podem confundir um pouco. Há espaços que são gratuitos para todos como o Palácio de Cristal (no parque do Retiro), o Espaço Cultural Telefonica, o CentroCentro (Palácio das Comunicações), La Casa Encendida e a ermita de Santo Antonio de la Florida. Tirando ansiedade e esses pequenos errinhos de propaganda enganosa, faça as contas e veja se vale a pena adquiri-lo e economizar uns trocados na capital espanhola.

O Rumo a Madrid agora está no Instagram com o nome de @rumoamadrid. Siga a gente por lá!


Compartilhe |


8 Comentários

  1. Barbara Geovanini diz:

    Acabei de chegar de Madri e Barcelona (maio-2016) e digo com segurança que NÃO COMPENSA comprar nem o Madrid Card e nem o Barcelona Card.
    O Madrid Card economiza tempo de filas nos museus, mas dependendo do horário, geralmente depois do almoço não tem fila. O preço não se pagou no meu caso em nenhum dos cartões. Furada total!!
    O Barcelona Card, oferece um tíquete ilimitado de Metro, mas pude observar que vendem o mesmo tíquete os terminais de atendimento de qualquer estação.

  2. Marina diz:

    Olá Juliana!Fui ver o site do Madrid Card e ele não inclui a visita ao Santiago Bernabeu. Inclui apenas ao Vicente Calderón. Está correto?

    • Juliana diz:

      Olá, Marina! Obrigada pelo aviso. Infelizmente, eles devem ter feito esta alteração há pouco tempo e agora é preciso pagar para entrar no Bernabéu. Abraço e bem-vinda a Madrid.

  3. Fernanda pascotto diz:

    Boa tarde juliana, irei a Madri com meu esposo de 08 a 14/11, uma viagem de premiacao que ele ganhou. Imagino que a empresa tenha feito um cronograma de passeios , mas ainda nao passaram para nós. Tenho muita vontade de conhecer portugal, vc acha que em um dia da para fugir e conhecer um pouquinho la? Outra coisa, o que é imperdivel em madri? E onde vc indica para uma noite badalada com preço justo?! Obrigada

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers