Jardins do Descobrimento – praça Colombo (plaza Colón)

(post em 21/11/2013)


DSC08294A praça Colombo (plaza Colón) está entre o Paseo de la Castellana, calle Serrano, calle Goya e calle de Villanueva. É difícil imaginar, mas ali funcionava a Casa de Moeda. Nos anos 70, esta foi derrubada e o lugar remodelada. Fizeram o Jardim dos Descobrimentos com oliveiras, cedros e pinhos, construíram um monumento à chegada da América, com um espelho d’água fantástico, puseram a maior bandeira da Espanha e, finalmente, a praça se tornou o ponto preferido de skatistas, manifestações cívico-patrióticas e protestos.

DSC03782O nome oficial da escultura é “Monumento al Descubrimiento de América” e foi esculpido por Joaquín Vaquero Turcios, em 1977. O impressionante conjunto em cimento avermelhado, vindo de Alicante, mostram as profecias relativas a descoberta de outro continente de autoria de Sênenca, São Isidoro de Sevilha e dos maias; bem como o nome daqueles que acreditaram na arriscada empresa de Colombo. Igualmente ali se encontram gravados relevos de figuras de navegadores, reis, índios e todos os que participaram e foram atingidos de alguma forma por tamanho empreendimento.

DSC07811O nome oficial do monumento é “Monumento al Descubrimento de América” e os pedaços de concreto receberam, respectivamente, os nomes de “Las profecias”, “La genesis” e “El Descubrimento”. Para mim aquilo é uma caravela estilizada e isto fica mais evidente quando se vê a obra refletida no espelho d’água. Seja qual for a interpretação ou a intenção do artista, o monumento é genial e ainda é possível passear em suas dependências.

 

DSC03053Outro atrativo da praça é a gigantesca bandeira espanhola, de 14 x 21m, 38 quilos e 300 metros quadrados. Içada em um mastro de 50 metros de altura, quando foi colocada ali, em 2001. Algumas comunidades autônomas chiaram considerando que isto era exaltar demasiado o estandarte nacional em detrimento das bandeiras regionais. Aqui, sempre há polêmica em torno dos símbolos nacionais porque o franquismo usou e abusou destes para sufocar os separatismos existentes.

 

DSC07800E o Colombo? Onde está o homenageado ? Bem, havia uma estátua dele em um dos cantos da praça, mas ele foi retirado dali e agora está no meio da rua, vigiando a rotunda do Paseo de la Castellana, calle de Goya e da calle Gênova. A obra foi construída entre 1881 e 1885 para o casamento do rei Alfonso XIII. É um belo trabalho neogótico de autoria de Arturo Mélida e o pedestal de Jeronimo Suñol. Na base podemos quatro cenas marcantes da vida cotidiana de Colombo como a defesa de suas teses em Salamanca ou o encontro com os reis Católicos.

Exatamente abaixo da praça fica o teatro Fernán Gomez que também é centro cultural com espaço para exposições temporárias. Querem conhecer mais? Aguardem que vou contar…


Ver mapa

 

 


Compartilhe |


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers