Madri em três dias: La Latina e Bairro das Letras

(post em 21/04/2014)


Este post é a continuação do Madri em três dias: Bairro das Letras e La Latina.

Depois de conhecer o centro, o bairro de Salamanca e o parque do Retiro, hora de explorar outro bairro madrilenho bem charmoso: La Latina. O nome se deve, provavelmente, ao hospital fundado pela professora de latim da rainha Isabel II, Beatriz Galindo, mais conhecida por “La Latina” . O bairro faz parte da chamada “Madri dos Austrias” e é cheio de bares, restaurantes, igrejas lindas e pinturas nos prédios; e para quem gosta de compras, tem a feira do Rastro aos domingos e feriados.

Em 15 agosto é celebrada neste bairro a padoreira não-oficial de Madri, a Virgem da Pomba (Virgen de la Paloma). Em uma bela igreja de estilo neomudéjar está a tela pintada no século 18 venerada pelos madrilenhos. As pessoas vestem o que seria o traje típico de Madri do século 19, dançam chotis e, claro, bebem.

No entanto, se você não veio assar no calor de agosto, minha sugestão é começar o passeio pela Basílica de São Franciso, o Grande. Em seguida suba a Carrera de San Francisco admirando a paisagem que você encontrará a barroca e bela igreja de San André construída no século 17. Ali mesmo está o interessantíssimo museu de San Isidro ou o Museu das Origens que conta a história do padroeiro da cidade e da própria evolução urbana da capital espanhola. Pode entrar sem medo, pois é gratuito.

Se a fome já dá sinais é melhor procurar um lugar para comer. Oferta não vai faltar, mas recomendo o Lamiak, com seus “pinchos” bem servidos. Guarde espaço para comida “de verdade” porque a região tem bons restaurantes. O mais famosos dele talvez seja o asturiano “La burbuja que ríe”. Se o seu colesterol estiver em dia aproveite para comer ovos com chorizo, morcilha ou a fabada asturiana (uma versão da feijoada), rabo de touro e outras delícias gordurosas.

DSC00369Retome seu caminho em direção a plaza Cebada onde há um mercado desde 1868. Dali vá a praça Coscorro e admire um belo mural pintado na fachada de um prédio. O autor é o pintor madrilenho Enrique Cavestany e foi inaugurado em 1983. Há vários pela região, porém escolhi esta reunião de artistas para vocês. Quem gosta de teatro aproveite para ir a uma peça da Companhia de Teatro Clássico que tem sua sede na Calle de Embajadores, 9 e desfrutar de alguma obra consagrada ou mesmo da arquitetura do teatro Pavón.

DSC00372Na praça também se encontra a estátua do herói da guerra de Cuba Eloy Gonzalo. Reparem que ele carrega um latão de gasolina, uma corda e uma tocha acesa. Para um herói…meio estranho, não ? Mas se trata de um soldado que aceitou a missão suicida de incendiar o acampamento do inimigo. Caso ele falhasse seus companheiros poderiam puxar seu corpo.

Naquele local acontece também todos os domingos e feriados a feira do Rastro. Como cantava a música, tal qual a feira de Acari, “tem de tudo, é um sucesso”. Desde antiguidade até produtos de qualidade (e gosto) duvidosos. Para admirá-la com tranquilidade chegue cedo.

Hora de retornar à calle Cava Baja e se deliciar com os bares e resturantes. Pode ser no melhor estilo de “bar em bar”. Aproveite para olhar para cima de vez em quanto e reparar no murais que surgem nos prédios revitalizando o bairro.

O passeio por La Latina pode terminar no bairro vizinho, Lavapiés ou no Bairro das Letras terminar em algum dos milhares de bares. Essa decisão deixo para vocês.


Compartilhe |


4 Comentários

  1. Daniel Andrade diz:

    Olá, Juliana. Tudo bem?

    Fiquei com uma dúvida e talvez você possa me ajudar. Vi que El Rastro funciona em domingos e feriados, e que talvez seja uma boa ideia ir num feriado, em razão de ser menos lotado. Estarei aí em Madrid no feriado de 9/11, uma segunda-feira. A minha dúvida é: verificando os sites dos bares de tapas de La Latina, vi que a maioria funciona de terça a domingo, fechando na segunda. Será que, com o feriado na segunda, eles mantêm o fechamento na segunda ou abrem em razão de ser feriado?

    Obrigado!

    • Juliana diz:

      Oi, Daniel! Obrigada pelo comentário. Não consegui encontrar uma resposta convincente, mas uma coisa é certa: você vai encontrar muitos bares abertos por ali. Sem dúvida alguma. Não se preocupe com isso. Abraços e boa viagem!

  2. Bruno Paz diz:

    Olá , gostei muito da forma como descreveu os ambientes , um abraço.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers