Porta de Alcalá

(post em 03/03/2016)


DSC08163Toda a cidade medieval que se prezava tinha uma muralha e estas, portas para controlar fluxo de gente, mercadorias e impostos que entravam e saíam. Com o tempo, as cidades cresciam e as muralhas eram alargadas e às vezes, nem isso. Era mais fácil a municipalidade incorporar os habitantes extra-muros e criar novas formas de controle.

Madri não era diferente. A mais famosa delas é sem dúvida a Porta do Sol, mesmo que atualmente não se veja nem a sombra de nenhuma porta lá. A segunda mais conhecida é a Porta de Alcalá seja pela localização ao lado do parque do Retiro, seja pela sua beleza. O monumento que marca a existência da antiga entrada cidade foi construído a pedido do rei Carlos III, em 1769, resgatando a tradição romana de erigir arcos triunfais para marcar grandes acontecimentos.

DSC08190A história do projeto é bastante curiosa e lembra a da Casa de la Moneda, do Chile. Assim como o projeto da casa presidencial chilena teria sido, na verdade, o projeto de uma Casa da Moeda, dizem que Carlos III gostou de dois projetos apresentados por Francesco Sabatini e como ninguém teve coragem de contrariar o monarca fundiram os dois desenhos em um só. Por isso, a Porta de Alcalá não tem as duas fachadas idênticas.

 

DSC05465De estilo neoclássico e ornadas por Francisco Gutiérrez e Roberto Michel vale a pena brincar um pouco de “jogo das diferenças” e descobrir que de um lado vemos armas militares, troféus de guerra e torsos de guerreiros. Do outro, contemplamos quatro meninos, tais quais anjos barrocos, representando as quatro virtudes cardeais: Fortaleza, Justiça, Temperança e Prudência. A inscrição ao alto, porém, é igual para ambos lados, Rei Carlos III – 1778.

 

 

DSC08165Antes de entrar no Retiro ou mesmo se você estiver turistando por ali, vale a pena tirar uma fotinho. Observe este ponto de vista: esta imagem foi obtida desde a porta do meio do monumento, daquela onde só o rei poderia atravesar. Ao fundo, um dos edifícios mais emblemático de Madri, o Metropolitan, no começo da Gran Vía.

Agora, repare bem que a Porta de Alcalá tem marcas de balas e tiros nas suas paredes e colunas. Isso é consequência, segundo alguns estudiosos, da resistência madrilenha às tropas napoleônicas em 1808 e da interveção levada a cabo pelos Cem Mil Filhos de São Luis em apoio ao Rei Fernando VII, em 1823.

A Porta de Alcalá é um dos cartões postais de Madri e durante o Natal, ela recebe decoração especial para alegria de nativos e forasteiros. Também é a entrada simbólica da cidade de Madri: o Papa Bento XVI caminhou sob seus portais por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, em 2011. Igualmente é ponto de encontro para as diversas manifestações políticas e culturais da cidade. Um desenho estilizado do monumento foi o escolhido para ser o logotipo da campanha para eleger Madri como sede das Olmpíadas de 2020 (confira abaixo). No ano de 2013, a prefeitura instalou ali um telão para que a população acompanhasse o resultado das eleição da próxima cidade-sede olímpica. Deu Tóquio na cabeça para tristeza geral.

logo-madrid-2020


Compartilhe |


2 Comentários

  1. Marcos Fabrizio Nicacio da Silva diz:

    Boa noite!
    Não sei a quem me dirigir, mas tenho uma peça que aparentemente comemora algo sobre a Porta de Alcala, e está datado de 1778.
    moro em Petrolina-PE, e não tenho conhecimento de como essa peça veio parar aqui. qualquer coisa entre em contato por email.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers