Mercado de las Ranas no Bairro das Letras

(post em 02/02/2014)


Um dia perfeito. Só mesmo este adjetivo para qualificar o dia que passei durante o Mercado de las Ranas (literalmente, Mercado das rãs) que acontece todo primeiro sábado do mês no Bairro das Letras.

DSC09272 A primeira parada foi no caixa Forum para tentar ver a exposição do Sebastião Salgado. Impossível e deixei para mais tarde. Subi pela calle Gobernador, virei na calle San Pedro e ali já havia lojas com seus produtos expostos. Foi bom ter passeado por ali, pois encontrei uma loja de harpas, La Casa del Arpa, e um estúdio de pintura e desenho, El Estudio.

Dessa vez, segui pela calle Moratin e só ao final dobramos na calle Amor de Dios onde descobri uma loja que vende produtos para os dançarinos de flamenco, Desplante Flamenco. Para quem gosta de tocar uma castanhola, aqui é o lugar.

DSC09297Ficar andando pelas ruas do Bairro das Letras é um prazer, mas a jornada aguardava mais surpresas, como o teatro de improviso que assisti na loja “Ojalá”, Paloma Ruiz. Dois atores, da escola Impropar, improvisavam cenas a partir das sugestões do público. Fizeram três sessões: a primeira, o público completava o texto com palavras; na segunda, era convidado a aumentar, diminuir ou trocar o curso da ação; e finalmente, na terceira, eles interpretavam cada cena de acordo com o estilo artístico pedido pelo público. Assim vimos uma sucessão de terror, drama, novela mexicana e western em cinco minutos.

Um pit-stop básico na lachonete italiana Il Siciliano para lanche barato, farto e bom. Desci pela célebre calle Huertas contemplando os camelôs que vendiam bijuterias e também artista com seus quadros e esculturas, rumo ao Caixa Forum para prestigiar o compatriota Sebastitão Salgado e a exposição Japonismo.

DSC09323Para terminar com chave de ouro assisti a um lindo concerto do Garaiz Ensemble na igreja de Santo Inácio de Loyola dentro do projeto Clásica en Las Letras. Formado por David Salinas (clarienete) e Claudio Constantini (bandoneón), o duo interpretou rapsodias sobre temas de Satie, Bach, Grieg e Piazzolla. Tudo muito lindo, bem arranjado, sensivelmente interpretado pelos dois músicos. David Salinas ainda esbanjou simpatia ao explicar a vida os compositores e particularidades das músicas executadas.

Um dia perfeito que você também pode aproveitar se estiver no primeiro sábado do mês em Madri.

 


Compartilhe |


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers