Palácio Real

(post em 02/12/2013)


Como todo mundo sabe, a Espanha é uma monarquia e toda monarquia tem seus palácios. Opa! Nossa presidente tem à disposição o Palácio da Alvorada e o Brasil é uma república…vá entender! Depois criticam aos reis por seus gostos. Bem, continuando o passeio pelo centro de Madri , nos deparamos com o Palácio Real ou o Palácio do Oriente. Habitado pela Família Real do século 18 até a década de 30, o palácio agora é usado para recepções a dignitários estrangeiros e outras atividades oficiais.

Além de passear pelas ruas de Madri, também faço a visita guiada ao Palácio Real. Se precisar de uma guia brasileira em Madri, conte comigo!

DSC07344A construção é imponente e compactada e nos remete à antiga fortaleza árabe (alcázar) que se encontrava ali. O atual palácio teve sua construção iniciada em 1738 sobre os escombros da antiga residência real destruída por um incêndio. Coube a Carlos III (olha ele aí mais uma vez) terminá-lo 26 anos depois e ser o primeiro a usufruir das comodidades da casinha de estilo neoclássico e 3418 aposentos. Isso tudo?! Sim! O palácio tem 135 000 metros quadrados e é considerado o maior do gênero na Europa Ocidental. Claro que conhecemos somente as partes mais significativas, porém a visita é bastante detalhada e nos dá uma ideia tanto do projeto original como das modificações que foram sofrendo ao longo dos séculos de acordo com os gostos dos moradores.

DSC07337 Antes de entrar no recinto faça um exercício de imaginação. Sabe aquelas estátuas que você viu na praça do Oriente, no Retiro ou nos Jardins de Sabatini? Pois é. Elas tinham como destino o teto do palácio, mas devido a um pesadelo da rainha Isabel de Farnesio, mãe de Carlos III, as estátuas foram espalhadas pela cidade. Como teria ficado a fachada do palácio com 112 estátuas de reis e rainhas? Deixe a sua mente vagar. Outro detalhe interessante na fachada pátio exterior é a inclusão de Atahualpa (foto) e de Montezuma, os dois imperadores derrotados na América pelos espanhóis, na lista de homenageados.

800px-Fale_-_Spain_-_Madrid_-_86

Depois dessa pequena divagação é melhor entrar. O passeio começa na belíssima escada que dá acesso aos andares superiores. Neste pequeno espaço já nos deparamos com pinturas, tapeçarias e estátuas que nos deixam boquiabertos. Aproveite e tire fotos sem piedade, pois aqui é o único lugar onde está permitido fazê-lo. Aprecie a bela pintura do teto celebrando o triunfo da Espanha sobre as demais partes do globo, os leões no alto da escada e o escudo de Carlos V.

No mais, é melhor guardar o espanto para a sala do trono, o salão dos banquetes e a sala de porcelana inteiramente enfeitada com este material. A decoração do palácio está pensada a exaltar os monarcas espanhóis, a nação espanhola e seus grandes feitos. Por isso abundam as referências às navegações, e aos domínios ultramar com elementos próprios da decoração da época como os candelabros, espelhos e a cor dourada. Aliás, estes dois elementos eram fundamentais em um tempo onde não havia eletricidade e se otimizava a iluminação através dos reflexos.

Ao final da visita aos quartos estão exibidas a coleção de instrumentos musicais com Stradivarius incluídos. Estes são utilizados até hoje quando solicitados e é bom que seja assim porque um instrumento calado fica triste e morre.

ArmeriaPalacioRealMadridAlém de visitar o palácio em si, o ingresso permite conhecer a fabulosa coleção de armas da Família Real e a Farmácia Real. O acervo está muito bem montado e se pode ver escudos, armas, lanças e todos os apetrechos que os soldados e oficiais de todas as patentes usavam. As armaduras são verdadeiras obras de arte e eram usadas tanto por cavaleiros quanto pelos cavalos.

 

Obs: como não é permitido fotografar dentro do palácio e as fotos dos interiores são da wikipédia.


 

Onde? Calle Bailén

Quando? Todos os dias de 10 às 18h. Consultar se há algum evento oficial previsto porque o palácio fecha nessas ocasiões.

Quanto?

  • Tarifa Básica: 11
  • De segunda a quinta de 16h a 18 h. (outubro a março) e de 18 a 20 h (abril a setembro), entrada gratuita para ciudadãos da União Europeia, e Iberoamericanos (Brasil incluído).


View Larger Map


Compartilhe |


4 Comentários

  1. Denise Mercedes diz:

    Nossa, fiquei com muita vontade de conhecer!
    Parabéns pelo blog! (Agora só falta a passagem! rs).
    Denise

  2. cris diz:

    boa noite, disseram-nos que temos que levar roupa adequada para visitar o palácio, é verdade? Algum tipo de roupa específico? obrigada

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers