Paradores

(post em 27/03/2016)


Que tal se hospedar num antigo palácio de um nobre ? Ou num convento do século 17? Quem nunca sonhou em pernoitar num castelo? Na Espanha é possível tornar o sonho em realidade através da rede de Paradores, hotéis de luxo localizados em edifícios históricos que estavam abandonados e foram reformados. A ideia existe em vários lugares do mundo – inclusive no Brasil – e é um sucesso.

Escadarias e tapeçarias do Parador de Zamora. Foto: Parador.es. Publicação autorizada.

Escadarias e tapeçarias do Parador de Zamora. Foto: Parador.es. Publicação autorizada.

Infelizmente, o preço da hospedagem é salgado, mas a empresa sempre faz promoções fora da alta temporada quando os pobres mortais – como eu – podem usufruir do conforto desse paraíso. Dá para acreditar que consegui uma tarifa de 66 euros, para casal, em Tordesilhas? E o Parador ainda tinha spa! Ainda há preços especiais para quem tem menos de 30 anos (Escapada Jovem) ou mais de 55 anos (Dias Dourados).

Aspecto do hall de entrada do Parador de Tordesillas. Foto: Parador.es. Publicação autorizada.

Aspecto do hall de entrada do Parador de Tordesillas. Foto: Parador.es. Publicação autorizada.

O café da manhã pode ou não ser cobrado com a diária. Se o hóspede resolve de última hora, sai por 15 euros. A variedade é tanta que mesmo o mais exigente sai de lá satisfeito: churros, vários tipos de presunto, queijo branco, suco de fruta, pães como croissant, ciabata, de forma, etc., frutas da época, ovos fritos, iogurte, bolos, etc.

Para os interessados na boa mesa, os restaurantes dos Paradores são abertos ao público e oferecem um excelente menu com uma média de 30 euros por pessoa, não incluídas as bebidas. Igualmente, há datas festivas como Dia dos Pais, Dia das Mães e Semana Santa, que são preparadas refeições especiais.

Mesmo que você não pernoite no Parador é possível conhecer uma parte das dependências. Afinal, essas construções têm importância história e arquitetônica e qualquer pessoa pode entrar e ao menos passear nas áreas comuns. Fiz isso quando visitei as cidades de Siguenza que tem um antigo castelo do século 12 transformado em Parador e em Cáceres onde o hotel está localizado num palácio do século 14.

Parador de Siguenza. Foto: Parador.es. Publicação autorizada.

Parador de Siguenza. Foto: Parador.es. Publicação autorizada.

O único efeito colateral de hospedar-se num estabelecimento deste tipo é que você não quer voltar a ficar em hotéis baratos. É a parte desagradável dos sonhos: a gente tem que acordar na melhor parte.

 


Compartilhe |


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers