Sete passeios com história em Berlim

(post em 15/11/2016)


Como vocês sabem, este fim de semana o Rumo a Madrid participou do III Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros, organizado pela Agenda Berlim e pelo blog Brasileiros Mundo Afora. Com o apoio da VisitBerlim e a Get Your Guide, assistimos palestras sobre o mundo da blogagem na Microsoft Berlim e pudemos degustar um delicioso jantar no Sandic Hotel e admirar a fabulosa vista do Punkt Panoramic. Como ninguém é de ferro e estamos na Alemanha, ainda sobrou tempo para provar uma cerveja artesanal na cervejaria do The Circus Hostel. Confira no final do post todos os blogs participantes do IIIEEBB2016.

Ainda estivemos acompanhados pelo fotógrafo Felipe Minnicelli que caprichou em fazer todo mundo ficar mais bonito, como foi o meu caso nesta imagem! A foto que abre este post é dele.

IIIEEBB2016 Rumo a Madrid

Blogueiras de Madri presentes: Suzana Paquete, Juliana Bezerra (ou seja, EU) e Manaira Araújo. Foto: Felipe Minnicelli

Berlim tem muita história para contar e isso todo mundo sabe. A cidade esteve no epicentro das duas guerras mundiais e ainda foi a protagonista da Guerra Fria com seu muro que cortava a cidade em duas partes. Igualmente, não podemos esquecer que foi a capital do Império Alemão e seus governantes a embelezaram com edifícios fabulosos como todo dirigente que se preze faz.

Para dar conta de tanta história em tão pouco tempo dou uma modestíssima sugestão de passeios que abarcam um pouquinho da história de Berlim e, por tabela, da Alemanha.

1- Catedral luterana de Berlim:

img_3316Comecemos com o esplendor neo-renascentista, com a exaltação da religião e do poder do imperador à enésima potência! O imperador William II queria que a catedral rivalizasse em esplendor com o Vaticano, assim como fez com a igreja luterana em Madrid.

 

 

 

img_3332Desta maneira, a catedral exalta os fundadores e precurssores do protenstatismo como Lutero, Calvino, Zwinglio e Melanchthon em afrescos no exterior e estátuas no interior. Prepare o pescoço e contemple extasiado o belo vitral e os mosaicos do teto. Igualmente, a catedral serve de última morada para alguns membros da dinastia dos Hohenzollern que governaram o país durante anos. Apesar de vários túmulos terem sido destruídos ao longo dos contubardos anos de guerra, há verdadeiras obras de arte para se apreciar.

 

 

 

2- Museu da DDR (Deutsche Demokratische Republik) / Museu da República Oriental Alemã:

img_3383Em Berlim, para ir do século 19, durante o Império Alemão, para o século 20, na Alemanha Oriental, basta atravessar a ponte. Para quem cresceu nos anos 80, no declínio da Guerra Fria, aprendeu que a Alemanha Oriental era pobre, feia e sem graça. Será mesmo? Literalmente do outro lado do rio, junto a catedral, está o Museu da DDR onde se revive tanto o lado cotidiano como o político da Alemanha Oriental.

 

img_3376O grande atrativo deste museu é que você pode tocar em tudo, sentar numa típica sala de um apartamento e até ficar numa sala de jardim de infância daquela época e brincar com brinquedos originais.

Também é possível entrar no carro símbolo da Alemanha Oriental, o Trabant, e simular que você está dirigindo! A fila é grande, mas vale a experiência.

 

img_3403

 

Para quem viu o filme “A vida dos outros” (obrigatório!!) vai se emocionar com a recriação da sala de interrogatório e da cela das prisões da Stasi, a polícia política da Alemanha Oriental. Sinistro!

 

 

 

3- Passeio de barco pelo rio Spree:

rio-2

Eu acho passeios pelos rios um charme e uma oportunidade única para tirar fotos de um ângulo diferente. Este roteiro mostra alguns pontos como a Chancelaria (onde dona Angela Merkel trabalha) e a modernosa Casa da Cultura do Mundo; mas também a Ilha dos Museus. Claro que no verão o passeio deve ser mais agradável, mas durante o inverno o barco tem uma coberta transparente e o aquecedor fica ligado.

Chancelaria Rumo a Madrid

Esse é o edifício da Chancelaria. Angela Merkel até tentou, mas não encontramos um horário para um cafezinho.

4 – Caminhada pela Ilha dos Museus – catedral de Santa Edwiges – Gendenmarket

img_3551Como não gostar de uma cidade que tem um lugar chamado Ilha dos Museus?? Aliás, como não enlouquecer? Como não vai dar tempo de visitar todos esses centros culturais, o melhor é fazer uma caminhada por ali, admirar as fachadas e planejar sua próxima vinda a Berlim.

 

 

 

 

 

img_3566No mais, tem a Universidade Humboldt, a catedral católica de Santa Edwiges e sua cúpula poderosa, a praça Gendenmarket com seus edifícios em estilo neo-clássico. Nem tudo está perdido para quem visita a cidade nos meses de frio, pois neste lugar acontece uma das feiras de Natal mais tradicionais de Berlim.

 

 

 

 

 

5 – Visitar a estação Friechstrasse e a ponte Weidendammer:

A estação de Friedrichstrasse seria mais uma estação de metrô e trem, trabalhada em ferro e vidro, se não fosse um detalhe imimg_3539portante: ali era um dos sete pontos que os berlinenses orientais podiam passar para o lado ocidental. Assim, fora da estação, existia um terminal onde os cidadãos tinham que apresentar documentos, passar por revistas e às vezes interrogatórios, tal qual se faz numa imigração comum. Hoje o terminal foi adaptado e é o museu Palácio das Lágrimas que conta o sofrimento daqueles que se viram separados pelo muro.

 

Saindo da estação encontramos a ponte Weidendammer, uma das poucas que não foram destruídas na capital alemã durante a Segunda Guerra Mundial. Várias pontes já fizeram a ligação entre as duas margens do rio e a atual, de 1896, está decorada em ferro trabalhado, com direito à águia e coroa imperiais. A construção também foi adotada pelos casais apaixonados que agora prendem seus cadeados entre as grades.

img_3535

6 – Subir no Panorama Punkt:

Tem medo de altura? Você não está sozinho! Mas se você quer um resumão da história de Berlim e seus monumentos, é preciso subir os 24 andares do Panorama Punkt e se maravilhar.

Panorama Punkt Rumo a Madrid

A vista compensa o medinho. Esta foto linda é de Felipe Minnicelli.

Além de admirar a vista há painéis explicativos com fotos que contam a história dos monumentos que rodeiam o edifício .

Panorama Punkt Rumo a Madrid

Desculpem o reflexo! É só para vocês terem uma ideia…

7 – Fazer um passeio guiado com o pessoal da Agenda Berlim:

Eu já era colega de profissão e de jornada de Nicole e Pacelli e, agora, virei fã! Tive a oportunidade de fazer dois passeios guiados com esta dupla. O primeiro pelo bairro de Kreuzberg onde se concentra a comunidade turca e sua feirinha sensacional, prédios elegantes ao lado de outros nem tão bem conservados, mas charmosos. Além disso, entendemos como foi a reconstrução do país do pós-guerra.

Bairro de Kreuzeberg Rumo a Madrid

Nicole tentando organizar o grupo no passeio pelo bairro de Kreuzeberg.

O outro passeio, Berlim do século 20, percorre os lugares mais importantes durante o período nazista, a 2ª Guerra Mundial e a divisão entre as duas Alemanhas simbolizadas concretamente pelo Muro de Berlim. Prepare-se para lembrar das aulas de história da tia Maricota e ver ao vivo e a cores trechos locais como a Topografia do Terror onde o muro ainda está de pé e ruínas dos porões da Gestado; ou ainda passar por cima do local onde era o bunker de Hitler e ainda terminar a caminhada no Checkpoint Charlie.

Georg Elser Rumo a Madrid

Pacelli diante do monumento a Georg Elser, o relojoeiro que atentou contra Hitler.

Esta é uma humilde sugestão para mergulhar na história de Berlim e da Alemanha. Se você tiver mais alguma conte pra gente nos comentários!

 

 

 

 

 

 

 

 

Patrocinadores do III EEBB: Scandic Berlin Potsdamer Platz | visitBerlin | Microsoft Berlin | GetYourGuide

Blogs participantes do III EEBB: Agenda Berlim | Almost Locals | Ana de Amsterdam! | Aqueles que viajam | As viagens da Re | Backpackingalone | Barcelona emociona | Blog Brazuka | Brasileiros Mundo Afora | Catalogo de viagens | Claudias Welt | Conexão Berlim | Cultuga | De Café por Barcelona | Destino Munique | Direto de Paris | Ducs Amsterdam | Em Roma | Entre duas culturas | Eu Ando Pelo Mundo | Euro Dicas | femmevolatil | Grossa, eu?! | Guia de Roma | Italia per Amore | Ká.entre.nós | Ligado em Viagem | Londres com crianças | Londres Pra Você | Manaria Araujo | Maria De Lux | Me Joguei no Mundo | Milão nas mãos | No mundo da Paula | o Porto encanta | Praga Boemia | Rumo a Madrid | Sete Mil Km | Sol de Barcelona | SOSViagem | That Good Trip | Trend Tips | Trupe da Trip | Turista Fulltime | Um casal na Alemanha | Viagem Hamburgo | Viagem Jovem | Viajando por Aí | Viajar pela Europa | Viajoteca | Viva Toscana | Viva Viena | Vou para a Alemanha

IIIEEBB Rumo a Madrid

Brasileiros, blogueiros e agora, companheiros de jornada. Foto: Felipe Minnicelli

Nos vemos em Paris 2017, galera!

 

 

 

 


Compartilhe |


6 Comentários

  1. Muito obrigada pela indicação nesse maravilhoso post, Juliana!! Berlim é realmente uma cidade fantástica para loucos por história como nós!
    Esperamos vocês aqui novamente. Beijo grande!

  2. Juliana diz:

    Boa tarde, vi que vc trabalha como guia em madri e queria um orcamento. Estarei em Madri do dia 25/12 a 31/12.
    Agurdo

  3. Gustavo Woltmann diz:

    Que bacana, já vou salvar esse roteiro para fazer quando estiver na cidade.

Deixe o seu comentário!

Cancelar Resposta

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers