Temporada de Ópera do Teatro Real: Roberto Devreux

(post em 16/09/2015)


Terça, dia 22, será aberta a temporada de ópera do Teatro Real, em Madri. A obra escolhida para o início dos trabalhos foi Roberto Devreux, de Gaetano Donizetti; e os Reis da Espanha já confirmaram presença para mostrar seu prestígio às artes.Esta ópera foi escrita pela compositor em um momento muito conturbado quando sua esposa e o filho haviam morrido no parto. Com eternos problemas de dinheiro, guardando luto pelos seus entes queridos e tendo mil encomendas para entregar, Donizetti compôs o drama da rainha Elizabeth, da Inglaterra, que se apaixona por um nobre da sua corte que por sua vez é amante da sua melhor amiga. Para completar, este mesmo nobre, Roberto Devreux é acusado de traição à coroa e para completar o drama, é o melhor amigo da marido da amante.

20150915_132409

Bruno Campanella e Alessandro Talvi

 

 

 

 

20150915_134635

Gregory Kunde, Silva Tro Santa fe e Mariella Devia.

Tão interessante quanto a òpera é a programação paralela ofrecida pelo Teatro Real para complementar a experiencia. Há exposição de figurinos de ópera no Museu Romântico (a partir de 18/09), encontro com parte do elenco (dia 16/09), concertos de câmera interpretados por músicas da Orquestra da casa no mesmo Teatro Real (dia 04/10, às 12h), e o concerto “Vamos de Reinas”, sobre músicas de rainhas inglesas (dia 04/10, às 21h e 17h).

WNO Roberto Devereux - Leah-Marian Jones (Sara) & Ladies Chorus - photo credit Robert Workman042

A produção da Welsh Orchestra será a mesma do Teatro Real.

A ópera será regida pelo italiano Bruno Campanella, direção cênica do sul-africano Alessandro Talvi e nos papéis principais teremos o tenor Gregory Kunde, a mezzo espanhola Silvia Tro Santafe e a soprano italiana Mariella Devia, considerada uma das melhores intérpretes da rainha Elizabeth da atualidade.

A nota emotiva foi quando o tenor Gregory Kunde começou a agradecer ao maestro Campanella a oportunidade de cantar mais uma vez sob sua batuta. Emocionado, Kunde não se conteve e começou chorar. Na hora pensei que se tratava de algum parente que tinha falecido (sei lá), mas ao perguntar ao oráculo do século 21, descobri que ele esteve se recuperando de um câncer que o afastou dos palcos. Kunde tem razões de sobra para estar agradecido e será a sua estreia neste papel.

No mais, este ano, ainda temos Alcina, Rigoletto, A Flauta Mágica, Parsifal, etc. Mantenho vocês informados!

Roberto Devreux

Quando? 22, 24,25, 27, 28, 30 de setembro e 1, 3,4,7 e 8 de outubro. 20h e domingos, às 18h.

Quanto? O preço da entrada varia de 11 euros (oba!) a 382 euros (afe!) e os ingressos podem ser adquiridos através do site do Teatro Real.

 


Compartilhe |


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers