Transporte

(post em 18/10/2013)


O sistema de transporte de Madri é motivo de orgulho para os madrilenhos. Metrô, ônibus, trem e, agora, bicicletas, são limpos, pontuais e integrados.

Para usar esta maravilha é muito simples.

Metrô: já dizia um amigo meu “metrô é uma questão de cores e números”. Sorria: você tem a sua disposição 12 linhas! É só observar as direções das linhas que tudo vai dar certo. A frequência é de 3 em 3 minutos nos horários de pico e de sete minutos no restante do dia. De noite, o metrô pode demorar quinze minutos ou mais. O bilhete de metrô também vale para o ônibus, mas não para os trens.

Para comprar a passagem basta ir à estação do metrô mais perto e optar por comprar no guichê ou nas máquinas, com dinheiro ou cartão de débito. No guichê, o contato é humano e o troco vem em cédulas ou moedas. Nas máquinas, atenção: há umas que só aceitam cartão e outras que só dinheiro; e o troco vem somente em moedas.

Escolha a opção que vai melhor com seu bolso e tempo de viagem. Há o abono turístico, mas este é impessoal e intransferível; portanto, nada de dividi-lo com outra pessoa. Há o bilhete de 10 viagens e esse sim é possível compartilhar, pois basta uma pessoa passar na catraca e entregá-la a outra.

Obs: nos últimos vagões do metrô há espaço reservado para cadeirantes e carrinhos de bebê.

Bilhete simples: custa 1,50 euros e, sinceramente, não vale a pena porque se você anda mais de cinco estações é acrescido mais dez centavos a este valor até chegar a 1,80 euros.

Bilhete com 10 viagens: na Zona A (a que você vai utilizar, com certeza) custa 12,20 euros.

http://www.metromadrid.es/es/index.html

DSC04440Ônibus: em todos os pontos há o trajeto por onde passa. Aqui, a parada tem nome e em algumas, um mostrador que diz o tempo que levará até o seu ônibus chegar. Não tem certeza onde saltar? Dentro do coletivo se anuncia e se mostra qual é o ponto que está chegando. Falando assim parece óbvio, mas na muy leal e heroica cidade do Rio de Janeiro e sua vizinha Niterói estas informações não constam em nenhum lugar.

 

Pode-se pagar diretamente ao motorista, mas prefira sempre comprar o tíquete antes nas estações de metrô. Se pagar em dinheiro, não entregue seu dinheiro diretamente ao (a) condutor (a). Coloque-o na bandejinha e não diga depois que eu não avisei. Espere ele (ou ela) dar o recibo.

Um último detalhe que ninguém vai acreditar: ônibus aqui tem espaço reservado para carrinhos de bebês, cadeirantes e malas de viagem. Eu também só acreditei quando vi…

Trem (Cercanías): esqueça o trem fedorento e lotado. Trem aqui é bonito, limpo e seguro. Inclusive tem banheiro que nunca fui, mas os meninos podem ir sem problemas. Você pode usá-lo para se deslocar por Madri ou para ir para as cidades vizinhas como Alcalá de Henares, Aranjuez, Segóvia, entre outras.

As passagens podem ser compradas nas estações de trem e o esquema é o mesmo do metrô: máquinas ou guichês, com opções para o simples ou ida e volta.

Bilhete simples: é válido por duas horas – a partir do momento que é marcado na catraca – e custa 1,60 euros, na zona A.

Ida e volta: é válido por o dia todo e custa o dobro.

Aviso importante. Nunca tente driblar os fiscais. Conserve sua passagem com você até o final e não dê uma de brasileiro-esperto-malandro-deixa-comigo. Se você é pego sem o tíquete ou resolveu dividir seu abono com outra pessoa vai ser multado ali mesmo. E dói. Já vi fiscalização tanto às oito da manhã como às duas da tarde; em estação lotada quanto vazia; nos ônibus, metrôs e trens; em estações turísticas como aqui no meu bairro. Se você resolver dividir o bilhete de 10 viagens, não tem problema porque o fiscal vê que foi passado duas vezes. Mas se resolver dividir seu abono “pessoal e intransferível” com outra pessoa prepare-se para desembolsar a multa e passar vergonha.


Compartilhe |


2 Comentários

  1. Karin Valente diz:

    Olá! O site todo é muito bacana, com muitas informações úteis. Eu e meu marido chegaremos em Madrid semana que vem dia 05/08, ficaremos em um apto entre Puerta de Atocha e Sol, antes de seguir rumo à Huelva, não entendi muito bem a questão do transporte público. Poderia me informar o que sai mais barato do Aeroporto até essa região, pois pelo Google vi que são várias linhas de metrô distintas, sem conexão entre elas, é isso mesmo? Cada uma paga a parte? ônibus, metrô, ou taxi, o que vc recomenda?

    Super obrigada!

    • Juliana diz:

      Olá, Karin! Obrigada pelo seu email. As linhas de metrô tem conexão entre elas sim. (O problema é que é muita informação). A linha do metrô, a 8,faz conexão com a 9, na estação Colômbia e na estação Nuevos Ministerios, com as linhas 6 e 10, além de várias linhas de trem. Para escolher o melhor transporte para você chegar do Aeroporto ao centro faça duas perguntas: levo muitas malas? A melhor opção é o táxi. Estou disposta a carregar as poucas malas que tenho ? Considere que nem todas as estações de metrô e trem tem elevadores ou mesmo escadas rolantes.No mais, o bilhete do metrô do Aeroporo ao centro custa 5 euros, assim como o ônibus amarelo.Abraços e bem-vinda a Madrid!

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers