O Urso e o Madronho

(post em 19/02/2016)


 

DSC07834Lá está ele tentando, inutilmente, alcançar os frutos da árvore, reinando soberano na Porta do Sol, posando para a turistada.Inaugurado em 1967 e de autoria de Antonio Navarro Santafé, a estátua do urso e do madroño é foto obrigatória de todo turista. Prepare-se para ficar na fila e tirar a sua foto junto a escultura que representa o símbolo de Madri. Provavelmente, junto com a Cibeles, deve ser o monumento mais fotografado da cidade.

Mas porque um urso e um madronho? Afinal, já faz tempo que não existem ursos nestas paragens e muito menos madronhos. Bem, o símbolo de Madrid era um urso caminhando sob as quatro patas. Depois de uma briga entre a cidade e o Cabildo de Padres e Beneficiados de Madri sobre quem seria dono dos pastos e das árvores chegou-se a uma decisão: o Cabildo seria dono dos pastos e a cidade, das árvores. Desde então, o urso se ergueu e apoia-se na árvore para mostrar quem manda.

 

DSC00448Para quem deseja conhecer o madronho autêntico basta dar uma chegada ao parque do Retiro. Há vários exemplares que estão identificados. Basta encontrar uma árvore de copa larga, folhas escuras e pequenas espalhadas para o lado. Só falta o urso…

 

 

O madronho também dá um fruto e dele se faz um licor muito gostoso. É possível encontrá-lo para vender na loja “La Rebelión de los Mandiles” perto da catedral de Nossa Senhora de de Almudena. No entanto, se o visitante só quer desgustar a bebida é possível ir ao tradicional bar El Madroño(perto da Basílica de San Miguel) e provar.

Bar El Madroño: Plaza de Puerta Cerrada, 7. Aberto de 9 às 2 da madrugada.

La Rebelión de los Mandiles: Calle San Isidro Labrador, 10

Atualização em 19/02/16


Compartilhe |


1 Comentário

  1. wagner diz:

    Muito Legal!
    Adorei o post!

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2013 Rumo a Madrid

Criação e desenvolvimento Guttdesign

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers